Delivery: baixe o ebook gratuito sobre como estrutura o serviço de entrega

Com a necessidade de ficar em casa e evitar lugares com aglomeração, as pessoas estão pedindo cada vez mais comida em domicílio. No mês passado, a CNN divulgou que, apenas na cidade de São Paulo, os pedidos de refeições feitas por aplicativos de delivery aumentaram 44,5%. No estado, esse número subiu 29%. A opção de entrega já vinha crescendo no setor de alimentação, mas agora virou uma necessidade. Como um negócio de foodservice pode migrar para o delivery, melhorar as entregas ou até mesmo crescer nesse cenário? A seguir, uma compilação de vários conteúdos sobre esse tema produzido pela equipe do StudioIno ao longo dos meses de pandemia. 

A diretora de arquitetura do StudioIno, Diris Petribu montou um ebook gratuito com orientações gerais para estabelecimentos de gastronomia que querem estruturar o serviço de entrega. Ela aponta cinco pilares que precisam ser observados:

1 – Mercado = qual será o público? Qual será a área atendida? Qual é o volume de vendas previsto?

2 – Cardápio = será o mesmo do restaurante ou um versão reduzida? Como será a embalagem e apresentação dos pratos?

3 – Vendas e entrega = como serão feitas as vendas, por ferramentas próprias ou de terceiros? Como será o sistema de entrega?

4 – Comunicação = como as ferramentas de comunicação do negócio vão informar ao público sobre o serviço de delivery?

5 – Estrutura física = como o ambiente do negócio, os funcionários e o fluxo de movimentação vai ser adaptado para o serviço de entrega?

 

Clique aqui para baixar o ebook gratuito sobre como se preparar para o delivery.  

 

(Imagem do cabeçalho: Brett Jordan do Unsplash)

 

Siga o StudioIno no Facebook e no Instagram.

Acompanhe o StudioIno no Pinterest.

Saiba mais sobre o trabalho de design do StudioIno.

Saiba mais sobre o trabalho de arquitetura do StudioIno.

O futuro dos restaurantes pós Covid e outros temas mais acessados em 2020

Com a pandemia de Covid-19, muitas indústrias sofreram sérios impactos. O setor de alimentação e hospitalidade foi um dos mais abalados. O ano de 2020 foi um período de preocupação, mas também de criatividade e reinvenção. Percebemos essa tendência nos números de acesso aos conteúdos do nosso blog.

Em 2020, o post mais visitado e comentado por aqui foi o protocolo de reabertura que preparamos para restaurantes self-service. Em abril, começamos a pensar em soluções. Conversamos com especialistas de diferentes áreas e reunimos uma série de recomendações. O texto O Futuro dos Restaurantes Self-Service Pós Covid teve mais de 37 mil cliques. Algumas semanas depois, elaboramos um ebook gratuito resumindo as orientações do post e fizemos uma lista simplificada de 10 itens que os restaurantes poderiam seguir. As duas publicações também estão entre as mais acessadas durante o ano. Outro conteúdo bastante procurado foi a informação que postamos sobre as soluções da Franco Bachot para equipamentos de proteção, desenvolvido para clientes de estabelecimentos de foodservice.

Delivery em alta

A Covid também estimulou os operadores do setor a investirem em delivery. Vários textos que produzimos sobre esse tema acabaram sendo alguns dos mais acessados do ano. Falamos sobre cozinhas de aluguel, oferecemos orientações para quem estava se adaptando ao formato de entrega, mostramos a estrutura necessária para esse serviço, entre outros.

2020 também trouxe lançamentos

Apesar de todas as dificuldades, o ano de 2020 não passou sem lançamentos. Entre os posts mais acessados, estão também nossa publicação sobre novas unidades da KFC, Taco Bell e Starbucks no Brasil. Outra novidade importante, foi a apresentação ao mercado dos novos equipamentos de cocção da Tramontina. Trabalhamos por dois anos para o desenvolvimento da Linha América e ficamos muito felizes com o sucesso dos produtos no mercado.

Posts mais acessados de 2020:

 

O Futuro dos Restaurantes Self-Service Pós Covid

Baixe ebooks gratuitos sobre o futuro dos restaurantes self-service

Temos cozinhas focadas na produção para delivery

KFC, Taco Bell e Starbucks inauguram unidades no Brasil

Franco Bachot lança soluções de divisórias temporárias para restaurantes

Consultores prestam orientação para restaurantes que queiram migrar para o delivery

Atendimento gratuito para restaurantes, bares e outros negócios de alimentação

Estadão mostra crescimento de cozinhas de aluguel impulsionadas pelo mercado de delivery

10 lições para o futuro dos restaurantes self-service

Tramontina apresenta nova linha de cocção 

 

 

Siga o StudioIno no Facebook e no Instagram.

Acompanhe o StudioIno no Pinterest.

Saiba mais sobre o trabalho de design do StudioIno.

Saiba mais sobre o trabalho de arquitetura do StudioIno.

 

 

Como serão os restaurantes self-service a partir de agora

Emmanuel Melo, diretor de design do StudioIno, participou de uma discussão muito boa sobre as transformações que os self-services devem passar para se ajustar a esse novo momento.

A conversa foi a Cozil, fabricante de equipamentos para cozinhas industriais. Emmanuel falou sobre inspirações para novos formatos e modelos de negócio. Você pode assistir acessando o canal do YouTube ou IGTV da Cozil

Esse papo faz parte de uma série de vídeos da Cozil sobre o novo cenário do foodservice.

Nos próximos vídeos, os temas serão: 

– O novo consumidor e a relação com o self-service.

– Tecnologia para os novos formatos de autosserviço.

Assista aqui.

 

Siga o StudioIno no Facebook e no Instagram.

Acompanhe o StudioIno no Pinterest.

Saiba mais sobre o trabalho de design do StudioIno.

Saiba mais sobre o trabalho de arquitetura do StudioIno.

 

 

Qual foi o caminho trilhado por quem teve sucesso no delivery

Neste período de quarentena, muitos negócios de alimentação migraram para o serviço de entrega para garantir a continuidade do funcionamento. A transição não foi fácil mas alguns ótimos exemplos surgiram durante a crise. Diris Petribu, diretora do StudioIno, do Hub FS e do Hub CK, conversou sobre esse tema com Flávio Guersola, da Guersola Consultoria,  uma empresa especializada em empreendimentos gastronômicos.

O papo com Diris faz parte de uma série de vídeos que a Guersola tem feito com especialistas do mercado de foodservice. A conversa, que abordou boas práticas de delivery e o que se pode aprender com quem está tendo sucesso nesse formato, está disponível no perfil da consultoria no Instagram

 

Siga o StudioIno no Facebook e no Instagram.

Acompanhe o StudioIno no Pinterest.

Saiba mais sobre o trabalho de design do StudioIno.

Saiba mais sobre o trabalho de arquitetura do StudioIno.

 

(Imagem do cabeçalho: Patrick Connor Klopf / Unsplash)

Doceria portuguesa começa 2018 abrindo mais quatro unidades

Belo Horizonte, Goiânia e São Paulo são as localidades dos pontos que a B.Lem vai inaugurar já no início de 2018. Os novas unidades da doceria especializada em itens portugueses já estão em obras. Os projetos são assinados pelo StudioIno, que trabalha com a marca desde 2014.

A parceria entre as empresas já rendeu 14 unidades prontas as quais as novas vão se somar. Os novos pontos seguem o padrão da rede de lojas, com materiais e detalhes definidos para criar um ambiente aconchegante e moderno. Cada unidade conta com loja e salão para receber os clientes, e uma área interna para finalização dos produtos.

As novas unidades em Belo Horizonte (MG) serão no bairro Savassi e no terminal rodoviário da cidade. Em Goiânia, a B.Lem vai operar no aeroporto. Já em São Paulo, o novo ponto da doceria será na Rua Pamplona, em Jardim Paulista.

O destaque do cardápio da B.Lem é o pastel de nata, que foi eleito o melhor de São Paulo, em 2016, pela Revista Veja. O menu de lanches rápidos traz, além dos doces, opções como pães, bolos e massas folhadas. Para o almoço, a casa tem diferentes pratos com o tradicional bacalhau português. As bebidas variam entre cafés e vinhos, incluindo os do Porto.

 

Siga o StudioIno no Facebook e no Instagram.

Acompanhe o StudioIno no Pinterest.

Saiba mais sobre o trabalho de design do StudioIno.

Saiba mais sobre o trabalho de arquitetura do StudioIno.

Empório especializado em produtos italianos chega à capital paulista

Os italianos da família Auricchio chegaram ao Brasil na década de 1950. Agora, o empreendimento deles chega à capital paulista. Quando vieram para o novo continente, os Auricchios trouxeram o conhecimento da região da Campagna, onde se produz muçarela de búfala. Eles estabeleceram uma fábrica no interior de São Paulo sob a marca Bufalat. É essa produção que, há quatro meses está disponível em um empório no bairro de Perdizes, São Paulo.

O StudioIno desenhou a cozinha e a área dos clientes para a unidade. No local, é possível degustar a famosa muçarela e pratos com ingredientes italianos. Outra opção é visitar a loja e levar para casa algumas das delícias disponíveis. Diris Petribú, diretora da empresa, explica que o projeto foi bastante simples. A filosofia da Bufalat é transpor a atmosfera artesanal e caseira para o empório.

 

Muçarela e mais

A fábrica da Bufalat combina equipamentos modernos com um rigoroso controle de qualidade para que o resultado final seja igual aos produzidos na Itália. A marca garante um queijo com sabor e cremosidade das melhores muçarelas de búfala.

Apesar de ser o carro-chefe da marca, a Bufalat produz outros itens além do famoso queijo branco. Entre as outras opções disponíveis estão a ricota fresca, a burrata, uma muçarela misturada com leite fermentado, e a scamorza, um queijo feito com leite bovino.

 

(Sabemos que pode parecer estranho, mas desde 2009, a grafia do nome deste queijo tão querido foi aportuguesada para “muçarela”, com “ç” mesmo).

 

Siga o StudioIno no Facebook e no Instagram.

Acompanhe o StudioIno no Pinterest.

Saiba mais sobre o trabalho de design do StudioIno.

Saiba mais sobre o trabalho de arquitetura do StudioIno.

Aeroporto de Belo Horizonte conta com diferentes opções de foodservice

Enquanto esperam o voo, os passageiros no Aeroporto de Confins podem aproveitar uma das variadas opções de alimentação que o StudioIno projetou por . Isso porque, o terminal de Belo Horizonte, Minas Gerais, é um grande portfólio dos trabalhos da empresa. O local conta com um completo food hall que reúne diferentes várias tipos de comida em um lugar, e também projetos individuais, como os restaurantes Viena Express e Sports Bar, além do conceitual Grab n’ Fly.

Diferentes opções de alimento e serviço

As alternativas no food hall variam entre hambúrguer, tapioca, açaí, café, pizza, massa, saladas, comida oriental, entre outras. Os espaços de alimentação foram encomendados pela empresa responsável por essa área no aeroporto, a International Meal Company (IMC). Diris Petribú, diretora do StudioIno, explica que o objetivo foi esse mesmo, “atender os clientes com opções variadas”.

Fora do conceito do food hall, o StudioIno desenhou ainda os cafés Espresso Mineiro e Black Coffee, o restaurante Viena Express, e o Sports Bar. As unidades foram sendo entregues ao público a partir de novembro do ano passado. Petribú detalha o processo, “Primeiro fizemos o bar, depois o food hall com produtos frios como comida oriental, saladas e crepes, e o Grab n’ Fly. A parte de comidas quentes foi entregue um mês depois, com a inauguração da tapiocaria, o espaço de massas e pizza, a hamburgueria e o Viena Express”.

O aeroporto de Confins tem capacidade para receber até 10 milhões de passageiros por ano. Em uma pesquisa da Secretaria de Aviação Civil foi escolhido o quarto melhor do Brasil no quesito alimentação.

 

Siga o StudioIno no Facebook e no Instagram.

Acompanhe o StudioIno no Pinterest.

Saiba mais sobre o trabalho de design do StudioIno.

Saiba mais sobre o trabalho de arquitetura do StudioIno.

Publicação americana vai mostrar inovações de projeto para restaurante brasileiro

O projeto de reconceituação do restaurante Viena coordenado pelo StudioIno foi selecionado para publicação da revista Project Showcase 2017, da Sociedade Internacional de Consultores de Foodservice, (FCSI, na sigla em inglês). O informativo é editado uma vez por ano e traz ações inovadoras realizadas pelos integrantes da FCSI em todo o mundo. Um grupo de editores recebem as submissões e escolhem apenas 12 para ser detalhadas no anuário. O projeto do StudioIno é o único da América Latina dentre os projetos de design de cozinha selecionados.

Por que o projeto Viena Delish é inovador

O International Meal Company – Imc, detentor da marca Viena, chamou o StudioIno com o desafio de renovar a rede de restaurantes que há 40 anos havia sido bem sucedida em São Paulo. A ideia era atrair nova clientela sem perder de vistas os frequentadores fiéis. Para atender a demanda, o StudioIno coordenou os trabalhos de uma equipe multidisciplinar.

Na primeira fase do projeto, profissionais convidados, junto com especialistas do StudioIno e do cliente, fizeram workshops de reenquadramento e cocriação para pensar um novo conceito para o restaurante. Com a ideia fechada em mãos, foi hora de elaborar os novos menus, projeto da cozinha e do salão, ambientação e comunicação visual.

Todo o trabalho foi realizado em quatro meses de pesquisas, projetos e mais dois de obras. A unidade reformulada do Viena Delish no Shopping Iguatemi foi inaugurada com uma abordagem diferenciada. O local passou a ser um food Market, com diferentes opções de espaços, serviços e menu. Agora, ela servirá de modelo para os outros estabelecimentos da marca no Brasil.

 Saiba mais sobre o Viana Delish

Como o trabalho para o Viena Delish foi selecionado

Para participar da publicação é preciso submeter uma carta de intenção e responder um questionário simples. Caso passe por essa etapa, os profissionais interessados devem preencher um formulário bem mais longo defendendo o projeto e dando todas as informações técnicas como fornecedores, equipamentos e soluções. Além disso, é preciso enviar imagens, layouts e uma lista minuciosa dos itens do projeto.

Este ano, foram selecionadas 12 ações de design e arquitetura para foodservice. Todos são norte-americanos, com exceção do realizado pelo StudioIno. Outros dois projetos de gestão e serviços também estarão na publicação e um deles é brasileiro. É o trabalho para Esquina Grill, conduzido por profissionais da Mapa Assessoria.

A revista Project Showcase é produzida desde 2013 e é distribuída para 10 mil leitores. A edição deste ano será publicada em setembro.

 

Siga o StudioIno no Facebook e no Instagram.

Acompanhe o StudioIno no Pinterest.

Saiba mais sobre o trabalho de design do StudioIno.

Saiba mais sobre o trabalho de arquitetura do StudioIno.

Especialistas falam sobre as novidades e desafios do foodservice em novo site

O setor de alimentação engloba diferentes áreas e é importante para a economia brasileira, gerando renda, serviços e empregos. Por isso mesmo, é um segmento ágil que está sempre se movimentando para superar desafios e se renovar. Para acompanhar todas as essas novidades e discutir os principais temas, foi lançado o site Mercado Food Service.

A página é uma plataforma de comunicação no modelo de rede colaborativa cujo foco é tratar da idealização de projetos e empreendedorismo no setor de restaurantes. O Mercado Food Service reuniu renomados especialistas desta área. São profissionais procurados pelas grandes marcas de fast food, restaurantes comerciais, restaurantes de empresas, de hotelaria e até do setor hospitalar, que fazem dezenas de projetos novos a cada ano e estruturam e reestruturam estas operações. Estes especialistas vão contribuir, periodicamente, para a produção de conteúdo para a plataforma, e para a geração de diálogo sobre temas importantes para o setor. Os especialistas do StudioIno fazem parte deste time e já publicaram informações interessantes:

Falamos sobre como reformulamos o conceito do tradicional restaurante Viena para modernizar a marca.

Conversamos com Eduardo Scott, da Scott Consultoria, sobre os resultados do setor de foodservice no último ano.

Mostramos como fizemos funcionar a ideia de um restaurante onde o cliente monta sua própria pizza.

 

O site debate os tópicos em programas de vídeo, aproveitando o repertório dos especialistas, revelando um pouco mais dos critérios que levam ao sucesso ou ao fracasso, seja da parte de arquitetura, nutrição, gestão de pessoas ou mesmo administrativo e financeira. O Mercado Food Service quer incentivar a interatividade com o público e todos os consultores estão disponíveis online para tirar dúvidas e dar orientações.

O mercado – Os serviços de alimentação é um mercado que prossegue crescendo acima dos índices de outros segmentos econômicos e tem sido bastante procurado pelos novos empreendedores e fruto de investimento mesmo de quem já está no setor.  No último ano, segundo dados do Instituto Food Service, este segmento cresceu 7% mesmo diante da chamada crise brasileira.

 

Siga o StudioIno no Facebook e no Instagram.

Acompanhe o StudioIno no Pinterest.

Saiba mais sobre o trabalho de design do StudioIno.

Saiba mais sobre o trabalho de arquitetura do StudioIno.

Olive Garden abre segunda unidade no Brasil com projeto do StudioIno

A rede norte-americana de restaurantes Olive Garden inaugurou, no último dia 7, a segunda unidade da marca no Brasil. O novo ponto fica no Shopping Center Norte, em São Paulo, e o projeto da casa foi todo elaborado pela equipe do StudioIno.

Diris Petribú, arquiteta e líder do projeto, explica que além do desenvolvimento arquitetônico, ela e seu time foram responsáveis pelo projeto da cozinha e gerenciamento da obra. O Olive Garden mantem os padrões norte-americano em suas franquias ao redor do mundo. Por isso, o projeto do StudioIno foi pensado para se adequar as práticas dos EUA e, ao mesmo tempo, faz as nacionalizações necessárias como, por exemplo, equipamentos de cozinha e materiais de acabamento.

O maior desafio com este projeto tem a ver também com adaptação. É que, em geral, as unidades do Olive Garden são de rua e esta casa em São Paulo funciona dentro de um shopping. No total, todo o trabalho, entre concepção e obra, foi concluído em quatro meses. Os resultados já estão sendo observados e a International Meal Company (Imc), franqueadora do Olive Garden, já encomendou estudos para outros projetos em parceria com o StudioIno.

Sobre o Olive Garden – A rede serve refeições inspiradas nas comidas típicas da região da Toscana na Itália. Fundada em 1982, a marca já tem mais de 800 restaurantes espalhados em nove países. A primeira unidade da rede no Brasil fica no Aeroporto Internacional de Guarulhos.

 

Siga o StudioIno no Facebook e no Instagram.

Acompanhe o StudioIno no Pinterest.

Saiba mais sobre o trabalho de design do StudioIno.

Saiba mais sobre o trabalho de arquitetura do StudioIno.