Pensando o valor que o projeto gera para o usuário

Uma ferramenta muito útil na construção de projetos de design é o canvas de proposta de valor. Em resumo, é um recurso usado para evidenciar qual será o principal valor que um produto ou serviço vai gerar para o usuário.

Para que o canvas seja preciso, é necessário, primeiramente, entender o perfil do consumidor. A equipe do projeto pesquisa e relaciona as principais necessidades físicas e psicológicas do público ao qual o projeto se destina. Esse estudo é dividido em três campos: as tarefas que precisam ser realizadas, as dores do cliente (frustrações e obstáculos encontrados na realização das tarefas), e os ganhos desejados. 

Em seguida, partimos para o mapa de valor. Nele, descrevemos como vamos criar valor significativo para o cliente. O mapa também tem três campos: os produtos e serviços propostos para realizar as tarefas, os “remédios” com os quais esses produtos e serviços irão aliviar as dores dos clientes, e os criadores de ganhos, onde é demonstrado como os produtos e serviços irão produzir benefícios reais para os clientes.

O objetivo é encontrar o melhor encaixe entre os dois lados. E fazer com que o seu cliente se entusiasme com a proposta de valor. 

Somos especialistas em design e arquitetura para negócios de alimentação.
Fale conosco pelo:
📧contato@studioino.com.br
📞11 3873-0545

Ou siga no Instagram, LinkedIn, ou Pinterest.

Pesquisa etnográfica aprofunda conhecimento do(a) consultor(a) no foodservice

Observar em vez de perguntar é o ponto central da metodologia etnográfica, uma prática frequentemente utilizada pelas Ciências Sociais. A partir da década de 1970, a técnica passou a ser usada também por empresas em busca de soluções para produtos e serviços. No StudioIno, fazemos uso da pesquisa etnográfica para pensar os nossos projetos.

Segundo Tom Kelley, fundador da agência de inovação americana Ideo, devemos agir como um antropólogo. Isto é, devemos desenvolver uma profunda compreensão de como as pessoas interagem de maneira física e emocional com produtos, serviços e espaços. 

Kelley identificou o seguinte padrão nas pesquisas realizadas por antropólogos:

  1. Praticam o princípio Zen da “mente de principiante” – deixam de lado o que sabem, olham além das tradições e preconceitos;
  2. Abraçam o comportamento humano com todas as suas surpresas – não julgam, apenas observam e conversam com as pessoas;
  3. Fazem inferências, ouvindo a intuição – pensam com o lado direito do cérebro;
  4. Buscam epifanias, desenvolvendo o senso de “Vuja De” – ver algo pela primeira vez, mesmo já tendo visto a mesma coisa várias vezes; 
  5. Mantêm “listas de chateações” e “carteiras de ideias” – anotam as ocorrências que os surpreendem como fazem os romancistas e comediantes;
  6. Estão dispostos a procurar pistas na lata de lixo – olham além do óbvio e buscam inspirações em lugares inusitados.

A prática etnográfica se relaciona ao Design Centrado no Ser Humano. Acreditamos que os produtos, em suas dimensões práticas e comunicativas, servem para melhorar a vida das pessoas.

Desenvolvemos uma metodologia para o processo de design que combina processos sistemáticos e intuitivos para solucionar os problemas do projeto e criar produtos inovadores.

Siga o StudioIno no LinkedIn e no Instagram.

Acompanhe o StudioIno no Pinterest.

Saiba mais sobre o trabalho de design do StudioIno.

Saiba mais sobre o trabalho de arquitetura do StudioIno.

O foodservice pode contribuir para os objetivos de sustentabilidade da ONU

Há uma ligação muito forte entre as metas de sustentabilidade da ONU e o trabalho de consultores de foodservice que talvez o mercado não esteja valorizando o suficiente. O colega José Aurélio Claro Lopes explica essa conexão em um artigo publicado recentemente. Lopes é diretor da Precx Consultoria em Alimentação e membro da Sociedade Internacional de Consultores de Foodservice (FCSI), assim como também o são os diretores do StudioIno

No artigo O Charme Discreto da Sustentabilidade, Lopes fala dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, lançados pela ONU em 2015, “um conjunto de ações para combater a pobreza, proteger o meio ambiente e trazer paz às pessoas. São parte da Agenda 2030 e servem como base a muitos programas de convivência, ajuda e respeito”. Ele então liga essas metas à indústria de alimentação mostrando que “os serviços de foodservice podem atuar em 11 desses 17 objetivos, com mudança de cultura e nenhum tostão a mais”.

Leia o texto completo aqui

Wasa Crispbread / Unsplash

Siga o StudioIno no Facebook e no Instagram.

Acompanhe o StudioIno no Pinterest.

Saiba mais sobre o trabalho de design do StudioIno.

Saiba mais sobre o trabalho de arquitetura do StudioIno.

Pizza Makers chega a 13 unidades no país

Tudo começou lá em 2016. O StudioIno criou desde o conceito até o projeto arquitetônico das unidades. Hoje, a rede Pizza Makers conta com 13 pontos espalhados por três estados do Brasil.

A marca está presente em São Paulo, no Rio de Janeiro e na Bahia. Recentemente, postaram fotos no Instagram para comemorar o crescimento e convidar os clientes a conhecerem cada uma das lojas.

A rede Pizza Makers tem como base a filosofia do “faça você mesmo”. Os clientes escolhem os ingredientes e o restaurante prepara a pizza, ali na hora mesmo, em um forno super rápido. Com os anos, a marca foi expandindo os serviços. Além das pizzas, hoje o cardápio conta com saladas, wraps, piadinas e sanduíches.

Siga o StudioIno no LinkedIn e no Instagram.

Acompanhe o StudioIno no Pinterest.

Saiba mais sobre o trabalho de design do StudioIno.

Saiba mais sobre o trabalho de arquitetura do StudioIno.

Por que o design centrado no ser humano é importante no foodservice?

A experiência do usuário é a relação emocional que o cliente tem quando entra em contato com uma marca/restaurante. Como podemos pensar melhores experiências para o usuário no foodservice?

É importante entender como as impressões do usuário são formadas. O cliente vai ter sentimentos e emoções relacionadas ao estabelecimento em todos os pontos de contato. Ou seja, desde ver um post na internet, à hora de fazer uma reserva, ao acolhimento na chegada ao local, até a conversa com os(as)  atendentes, o sabor e apresentação da  comida, e o momento de pagar a conta. A experiência do usuário é construída pelos cinco sentidos humanos. 

Dessa forma, na hora de pensar o negócio de foodservice, essa interação deve ser levada em conta. A equipe deverá colocar as pessoas no centro do projeto e criar a jornada do usuário, projetando as sensações desejadas em cada ponto de contato do usuário com o restaurante. Entre esses pontos estão: o serviço, as refeições, a apresentação dos pratos, os utensílios, a atmosfera do ambiente, os cheiros, e muitos outros.

Siga o StudioIno no LinkedIn e no Instagram.

Acompanhe o StudioIno no Pinterest.

Saiba mais sobre o trabalho de design do StudioIno.

Saiba mais sobre o trabalho de arquitetura do StudioIno.

Fazemos parte da FCSI

Os sócios do StudioIno, Diris Petribu e Emmanuel Melo, são parte da FCSI, a Sociedade Internacional de Consultores de Foodservice.

A FCSI foi fundada nos anos 1950 nos Estados Unidos e reúne especialistas do mercado de alimentação ao redor do mundo. A sociedade atua para promover educação continuada, boas práticas e princípios éticos no mercado de foodservice.

Siga o StudioIno no Facebook e no Instagram.

Acompanhe o StudioIno no Pinterest.

Saiba mais sobre o trabalho de design do StudioIno.

Saiba mais sobre o trabalho de arquitetura do StudioIno.

Mais Pizza Makers no Rio de Janeiro e Bahia

A Pizza Makers inaugurou recentemente pontos no Rio de Janeiro (RJ) e em Salvador (BA). A rede é cliente do StudioIno desde o início, em 2016, e está em constante expansão. O crescimento veio tanto com abertura de unidades quanto na diversificação dos serviços e produtos. O StudioIno é responsável pelo branding e conceito da marca, além dos projetos de arquitetura.

Pizza Makers no Rio de Janeiro, projeto do StudioIno
Pizza Makers em Salvador, projeto do StudioIno

O conceito da Pizza Makers é a valorização da cultura do “faça você mesmo”. Estimulando os clientes a expressarem suas ideias, em um ambiente moderno e casual, a rede oferece pizzas que o consumidor monta da forma que achar melhor, acrescentando diferentes opções de ingredientes. O produto fica pronto na hora, com o uso de um forno especial de cozimento rápido. 

Siga o StudioIno no Facebook e no Instagram.

Acompanhe o StudioIno no Pinterest.

Saiba mais sobre o trabalho de design do StudioIno.

Saiba mais sobre o trabalho de arquitetura do StudioIno.

Podcast mostra diferenciais do design no foodservice

O designer e sócio do StudioIno Emmanuel Melo participou do podcast ATOMcast. Ele falou sobre as contribuições do design para inovações no foodservice e as oportunidades que a junção desses dois mercados traz. O programa é realizado por Hulk Giannelli da Agência Nucleuss e o episódio já está disponível no Spotify

Design de produto do StudioIno para a Tramontina

“O design como disciplina vive um momento muito legal. Empresas de diversos segmentos integram o design em seu organograma e consideram essa disciplina em seus processos estratégicos. Na indústria de equipamentos para foodservice, a Prática e a Tramontina são excelentes exemplos de empresas guiadas pelo design e temos outras mais”, diz Melo.

Siga o StudioIno no Facebook e no Instagram.

Acompanhe o StudioIno no Pinterest.

Saiba mais sobre o trabalho de design do StudioIno.

Saiba mais sobre o trabalho de arquitetura do StudioIno.

Cozil apresenta linha de expositores Cristal Case 360

A Cozil, importante fabricante de equipamentos para cozinhas profissionais no Brasil, mostrou a nova linha de expositores da marca em uso. O vídeo dá exemplos de utilização da família de produtos Cristal Case 360, desenhada pelo StudioIno.

Os equipamentos são fruto de extensas pesquisas com operadores e consultores especializados em projetos de foodservice. A linha é composta por vitrines fechadas e abertas, conhecidas como “Grab-n-go”, que têm ganhado importância no varejo por deixarem brilhar os alimentos, os verdadeiros protagonistas no foodservice. Os produtos são resultados de 2 anos de trabalho contínuo em colaboração com a equipe de engenharia e produção da Cozil.

Com design “invisível” e vidros inteiramente “frameless”, ou seja, sem as tradicionais molduras pretas das vitrines existentes no mercado, os novos expositores, nominados de “CristalCase 360”, são fáceis para integrar à marcenaria dos balcões e podem ser utilizados avulsos. Essa nova linha de expositores, representa novas oportunidades para as operações de foodservice.

O trabalho envolveu design estratégico, design do produto, desenvolvimento de fornecedores e acompanhamento da fabricação de vários protótipos e muitas horas de testes.

Siga o StudioIno no Facebook e no Instagram.

Acompanhe o StudioIno no Pinterest.

Saiba mais sobre o trabalho de design do StudioIno.

Saiba mais sobre o trabalho de arquitetura do StudioIno.

Podcast discute design no foodservice

Nesta semana, o designer e sócio do StudioIno Emmanuel Melo participou do podcast ATOMcast. O programa sobre design e designer é realizado por Hulk Giannelli da Agência Nucleuss

“O design como disciplina vive um momento muito legal. Empresas de diversos segmentos integram o design em seu organograma e consideram essa disciplina em seus processos estratégicos. Na indústria de equipamentos para foodservice, a Prática e a Tramontina são excelentes exemplos de empresas guiadas pelo design e temos outras mais”, diz Melo.

A inovação do design no foodservice

“Ao presenciar este momento tão importante para a integração do design como disciplina nas decisões estratégicas das empresas, lembramos, com muito orgulho da nossa contribuição nesse processo no foodservice”, Melo detalha citando a 25ª edição do Prêmio do Museu da Casa Brasileira. Concedido ao StudioIno, em nome dos designers Emmanuel Viana de Melo, Marcelo Valença e Michel Pompeu, a premiação foi pelo projeto Ilha de cocção da Unilever. Na ocasião, o juri explicou a honraria dizendo que o projeto demonstrava “pioneirismo em nosso país no setor (Foodservice)” e que representava “mais um segmento em que o design passa a contribuir efetivamente para o aprimoramento.”

O episódio do ATOMCast sobre foodservice e design deve ir ao ar nos próximos 15 dias. 

Siga o StudioIno no Facebook e no Instagram.

Acompanhe o StudioIno no Pinterest.

Saiba mais sobre o trabalho de design do StudioIno.

Saiba mais sobre o trabalho de arquitetura do StudioIno.