Mercado de delivery cresce no Brasil

A Folha de S.Paulo fez uma longa reportagem mostrando as oportunidades e desafios do mercado de delivery, que está em pleno crescimento no Brasil. Diris Petribú, diretora de arquitetura do StudioIno, participou da matéria conversando com o jornal sobre o Hub CK, a central de cozinhas montada para atender negócios de entrega de alimento por aplicativo. O Hub CK é uma iniciativa conjunta do StudioIno, do Hub Foodservice e da Uber Eats. O jornal mostra também o ponto de vista de outros empresários, restaurantes, entregadores e organizações do setor, para contar a história desse setor em expansão.

O texto, assinado pelas repórteres Júlia Moura e Marina Estarque, começa contextualizando o cenário. “O crescimento dos serviços de entrega de alimentos por aplicativos tem fomentado novos modelos de negócio como coworking de cozinha, restaurantes digitais e centros de distribuição”, diz a reportagem. Ouvido pelo jornal, o presidente da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel) de São Paulo, Percival Maricato, diz que o delivery é uma tendência mundial. “É um segmento que cresce exponencialmente”

A matéria conta um pouco do início do Hub CK: 

Aproveitando a expansão do setor no Brasil, o Uber Eats procurou a arquiteta Diris Petribú, dona de um coworking de cozinhas voltado para empreendedores, para criar um espaço só para delivery.

A empresária, reuniu um grupo de investidores, alugou um terreno em Perdizes, na zona oeste de São Paulo e inaugurou, em maio, o Hub CK – abreviação de cloud kitchen, que são cozinhas voltadas apenas para delivery, também conhecidas como restaurantes virtuais ou dark kitchens.

“O Uber Eats me envia uma seleção de empresas, e eu escolho a melhor proposta. O bom é que eu já tenho clientes garantidos”. 

O Hub oferece todos os equipamentos e móveis para as cozinhas, que podem ser personalizados de acordo com as necessidades do cliente, e manutenção de equipamentos, limpeza e segurança. Segundo Petribu, cada restaurante do Hub tem seu próprio alvará sanitário.

 

Clique aqui para ler o texto completo.  

 

Siga o StudioIno no Facebook e no Instagram.

Acompanhe o StudioIno no Pinterest.

Saiba mais sobre o trabalho de design do StudioIno.

Saiba mais sobre o trabalho de arquitetura do StudioIno.

Da pesquisa à execução: tudo sobre arquitetura de restaurantes 

Marcelo Politi comanda o canal Na Cozinha do Politi e o caminho dele já se cruzou com o do StudioIno várias vezes, seja em eventos ou em projetos. A plataforma de Politi, com conteúdo no YouTube, Instagram e site, é repleta de informações sobre negócios de alimentação. Esta semana, a Diris Petribú, diretora de arquitetura do StudioIno, foi ao Na Cozinha falar sobre a experiência dela no setor. A conversa foi tão boa que passou por todo os processos de desenvolvimento de um empreendimento em foodservice. 

Diris começou falando sobre as etapas iniciais de um projeto. É preciso pesquisar e pensar o conceito do restaurante. Ela explica que, muitas vezes, cada ponto é decidido separadamente, cardápio, ambientação, serviço. Entretanto, o segredo está na integração. A entrevista continua com  Diris segue discutindo as etapas que acontecem depois da determinação do conceito: planejamento, briefing, escolha do ponto.

Entrevista parte 1:

Com tanto assunto, o papo acabou sendo dividido em duas etapas. Na segunda parte da conversa, Diris entra nas especificações da arquitetura especializada em empreendimentos de alimentação. Ela fala sobre equipamentos, sobre a evolução da tecnologias e as padronizações dessa indústria. 

Entrevista parte 2: 

 

 

Siga o StudioIno no Facebook e no Instagram.

Acompanhe o StudioIno no Pinterest.

Saiba mais sobre o trabalho de design do StudioIno.

Saiba mais sobre o trabalho de arquitetura do StudioIno.

KFC amplia atuação no Brasil com unidades pequenas distribuídas em diferentes estados

Cliente do StudioIno desde 2017, a rede KFC vem crescendo no Brasil com a proposta de abrir unidades menores, mas bem espalhadas. Em entrevista à revista Exame, o diretor-geral da marca no país, Ildefonso de Castro Deus, explica o novo formato. “Ao invés de abrir grandes restaurantes, a rede está investindo em espaços menores em shopping centers, com até 65 metros quadrados”. 

Desde o início do contrato, o StudioIno já projetou 31 unidades para a franquia americana de frango frito, entre pontos novos e retrofits. A mais recente foi inaugurada, esta semana, no CenterVale Shopping, em São José dos Campos (SP).  A KFC está presente em Minas Gerais, Espírito Santo, São Paulo, Rio de Janeiro, Bahia, Ceará e Pernambuco.

 

Batata inglesa investe em atendimento digital

A rede Batata Inglesa está, gradualmente, implementando um novo layout nas unidades da marca. A informação é da International Meal Company (IMC), detentora do nome. O StudioIno está trabalhando com a cadeia de restaurantes para desenvolver o projeto de arquitetura e ambientação das lojas. A mais recente inauguração dentro do novo modelo foi realizada dia 23 de julho, no Shopping Nova América. “Essa implementação tecnológica está sendo realizada de forma gradual nas unidades da rede no Rio de Janeiro sendo a quarta loja dentro da nova proposta”, explicou a IMC. O StudioIno também projetou a unidade da Batata Inglesa no Shopping Boulevard, também no Rio de Janeiro. Atualmente, a marca conta com 15 lojas no Rio. 

 

Siga o StudioIno no Facebook e no Instagram.

Acompanhe o StudioIno no Pinterest.

Saiba mais sobre o trabalho de design do StudioIno.

Saiba mais sobre o trabalho de arquitetura do StudioIno.

Consultores brasileiros aprendem sobre a tecnologia de speed ovens

Parte da responsabilidade de ser um membro da FCSI é buscar conhecimento continuado na área de atuação. Foi isso que 25 consultores da FCSI no Brasil fizeram no último dia 18 de julho, participando de mais uma capacitação realizada pela fabricante Prática Klimaquip.

Durante o curso, consultores aprenderam sobre as tecnologias mais modernas de “speed ovens” como as aplicações do equipamento, como programá-lo, e os procedimentos de limpeza e manutenção. O treinamento também mostrou informações sobre os tamanhos e instalações de speed ovens, assim como a montagem com exaustores ventless. 

 

A Prática é a primeira empresa do Brasil, que como “corporate member”, oferece cursos técnico regulares aos consultores da FCSI no país.

Emmanuel Melo, diretor de design do StudioIno, aprendeu sobre os detalhes técnicos do fornos durante a aula. “Pude compreender em profundidade a tecnologia embarcada nessa categoria de produto, entendi como as diferentes fontes de calor são produzidas no equipamento e como se combinam para preparar os alimentos com qualidade e rapidez”.

Os Speed Ovens oferecem novos caminhos inovadores para o foodservice. Os equipamentos unem até três diferentes processos de transmissão de calor: micro ondas, ar impingido e radiação, possibilitando a terminação e até mesmo a preparação completa de pratos em segundos. 

 

Siga o StudioIno no Facebook e no Instagram.

Acompanhe o StudioIno no Pinterest.

Saiba mais sobre o trabalho de design do StudioIno.

Saiba mais sobre o trabalho de arquitetura do StudioIno.

Grab and go é tendência no foodservice

O gerente de projetos do StudioIno João Carlos Faias e a diretora da Bullguer Renata Teixeira foram entrevistados no canal da Fispal durante a realização da feira. Os dois falaram sobre “grab and go” com tendência no foodservice, sobre o que as duas empresas estavam achando do evento e sobre as novidades da hamburgueira.

A entrevista completa, conduzida pelo apresentador Magno Nunes, está disponível no YouTube da Fispal.

Durante a conversa, o arquiteto falou sobre as vantagens do grab and go. Entre elas, Faias citou a flexibilidade do formato e a facilidade para o estabelecimento medir a “saída” dos produtos, identificando os itens mais ou menos procurados. Ele também enumerou alguns dos elementos necessários para um grab and go eficiente como, por exemplo, embalagem atrativa e armazenamento adequado em termos de temperatura.

João Carlos e Renata Teixeira explicaram mais sobre grab and go em uma palestra sobre esse tema no Gestão à Mesa, a programação educativa da Fispal.

A Fispal Food Service é umas das mais importantes feiras do setor no Brasil. Este ano, o evento foi realizado no Expo Center Norte, de 11 a 14 de junho.

 

Siga o StudioIno no Facebook e no Instagram.

Acompanhe o StudioIno no Pinterest.

Saiba mais sobre o trabalho de design do StudioIno.

Saiba mais sobre o trabalho de arquitetura do StudioIno.

Fispal e FCSI oferecem consultorias gratuitas para profissionais de foodservice

Empreendedores do foodservice terão acesso a sessões de consultoria gratuitas durante a Fispal, uma das maiores feiras nacionais do setor de alimentação. A engenheira Isamar Magalhães e o gerente de projetos João Carlos Faias, ambos do StudioIno, estarão entre os profissionais prestando o serviço. O evento será realizado de 11 a 14 de junho, no Expo Center Norte, em São Paulo.

A iniciativa, chamada Fale com um Especialista, é uma parceria da Fispal com a Sociedade Internacional de Consultores de Foodservice (a FCSI, na sigla em inglês). Isamar e João Carlos são integrantes da FCSI como Associate Members. A engenheira estará prestando os atendimentos no dia 11 de junho, à tarde. Já João Carlos, estará no estande no dia 13, atendendo durante a tarde e a noite. Diversos participantes da FCSI no Brasil também estarão na feira atendendo os interessados.

Este é o terceiro ano da ação. Segundo a Fispal, a edição do ano passado foi um sucesso, tendo ajudado mais de 40 empresas de 14 estados brasileiros.

 

Serviço:

Fispal Food Service

11 – 13 junho das 13h às 21h | 14 de junho das 13h às 20h

Expo Center Norte

Fale com um Especialista

11 a 14 de Junho de 2019 na Fispal Food Service

Estande A 176

 

(Imagens: Fispal)

Gail recebe time de clientes e parceiros

Acompanhando equipes do cliente, o restaurante Bullguer, e dos parceiros, o escritório de arquitetura SuperLimão, e a construtora MAEC, o gerente de projetos do StudioIno João Carlos Faias visitou a fábrica da Gail, em Guarulhos, no último dia 15.

Fundada em 1822, a Gail produz cerâmicas e acabamentos para fachadas e piscinas, assim como material para construção esportiva, e peças para usos em rampas, calçadas, rodapés e locais com exigências especiais. Do portfólio da empresa, Faias destaca as linhas de revestimentos e pisos extrudados para áreas industriais, especialmente, cozinhas, além dos sistemas de canaletas e grelhas. Conhecer essas famílias de produtos foi um dos motivos da visita.

Na visita, o grupo foi recepcionado pela gerente de especificações da marca, Sônia Regina Martins, e pelo dono da empresa, Christian Philip Gail. Os dois apresentaram aos participantes as instalações do local e explicaram sobre o processo de produção, matérias primas, controles e equipamentos.

O StudioIno é a empresa responsável por elaborar os projetos das áreas operacionais da Bullguer, hamburgueira que aposta na comida boa sem gourmetização e serve sanduíches “clássicos e despretensiosos”. A Superlimão participa do projeto, sendo o escritório de arquitetura que projeta e ambienta as áreas de restaurante. Já a MAEC é a construtora à frente das obras para a Bullguer.

 

Siga o StudioIno no Facebook e no Instagram.

Acompanhe o StudioIno no Pinterest.

Saiba mais sobre o trabalho de design do StudioIno.

Saiba mais sobre o trabalho de arquitetura do StudioIno.

A importância do BIM na indústria de foodservice

A engenheira do StudioIno, Isamar Magalhães, publicou um artigo na Infood sobre a implantação do BIM em empresas de projeto para foodservice.

No texto, ela detalha quais são as vantagens da ferramenta e quais são os principais desafios para a implantação. Isamar é especialista no uso do BIM e está capacitando a equipe do StudioIno na ferramenta.

“O  BIM oferece benefícios ao empreendimento em todo o seu ciclo de vida. Utilizando-se a plataforma, o projeto deixa de ser elaborado da forma tradicional, evoluindo para a modelagem virtual do que se pretende construir. Além disso, o software permite a inclusão de informações em todos os elementos que serão utilizados no modelo”, diz Isamar.

Abaixo, o artigo completo:

Leia mais:

Consultores, fabricantes e representantes discutem melhores práticas de atendimento no foodservice

Time de arquitetura passa por capacitação em BIM

 

Siga o StudioIno no Facebook e no Instagram.

Acompanhe o StudioIno no Pinterest.

Saiba mais sobre o trabalho de design do StudioIno.

Saiba mais sobre o trabalho de arquitetura do StudioIno.

Consultores, fabricantes e representantes discutem melhores práticas de atendimento no foodservice

No dia 15 de março, o grupo consultores da FCSI no Brasil se reuniram com os principais fornecedores de equipamentos do setor. A conversa, organizada pela FCSI, teve como objetivo ajustar procedimentos visando melhorar o atendimento aos clientes no mercado de foosdervice. A FCSI é a Sociedade Internacional de Consultores de Foodservice que, fundada há mais de  60 anos, conta com representantes nas Américas, Europa, Ásia e África.

Ao todo, doze membros da FCSI, entre projetistas e consultores, juntaram-se a 42 representantes dos principais fabricantes e fornecedores de equipamento nacionais e importados, para discutir as melhores práticas para alinhamento de conduta.

O evento foi organizado pelo grupo da FCSI no Brasil, liderado por Marco Amatti, líder da FCSI na América Latina, José Aurélio Claros Lopes, co-líder no Brasil, Emmanuel Melo e Raoni Saad, membros do comitê de normas da divisão Américas. A consultora Nathália Sinfuentes palestrou no encontro, falando com os participantes sobre a tecnologia BIM.

Para Milton Machado, engenheiro e diretor comercial da fabricante Prática, a implantação do BIM é um “processo irreversível”. Ele enxerga uma transição demorada, mas destaca as vantagens do sistema. “Entendemos que é um processo de médio e longo prazo e com a liderança do FCSI essa migração para o BIM será realizada num horizonte de 3 a 5 anos. As empresas brasileiras deverão trilhar esse caminho pois as colocará de igual para igual no contexto internacional com as melhores práticas do mercado”.

O principal resultado prático do encontro foi a criação de uma comissão para acompanhar a padronização das fichas técnicas, manuais e outras informações referentes aos equipamentos. Esses documentos técnicos irão seguir padrões internacionais recomendados pela FCSI e que vão preparar o setor para a plataforma BIM como já vem ocorrendo em todo o mundo. Essa normatização tem prazo de 12 meses para ser implementada.

Os fabricantes também demonstraram interesse em participar da FCSI como membros aliados. Machado explica porque a empresa sua empresa faz parte a Sociedade no Brasil. “A Prática entende que ao apoiar o FCSI está, ao mesmo tempo, colaborando para  o mercado de Food Service no Brasil. A FCSI exerce um papel importante para elevar o grau de qualidade de todo o ciclo que envolve um bom projeto de restaurante profissional. O FCSI é como um selo de segurança para os clientes que contratam esses profissionais, pois eles atuam por procedimentos éticos, se utilizando das melhores práticas operacionais para o funcionamento de um empreendimento”.

O encontro foi realizado no Hub Foodservice.

 

Siga o StudioIno no Facebook e no Instagram.

Acompanhe o StudioIno no Pinterest.

Saiba mais sobre o trabalho de design do StudioIno.

Saiba mais sobre o trabalho de arquitetura do StudioIno.